Como limpar peças e chapas acrílicas

05 novembro 2018

A Castcril está apresentando uma série de artigos para ajudar você trabalhar, manipular, negociar e conhecer o mercado de Acrílico.

O Acrílico é um material nobre, belo e delicado. Existe todo um cuidado que devemos tomar com a chapa acrílica, peças finalizadas e móveis, entre outros produtos. Relacionamos abaixo algumas dicas de como conservar o material, restaurar o seu brilho e eliminar riscos.

Como limpar peças e chapas em acrílico

Deve-se limpar com um espanador de pó e, caso necessário, use um pano umedecido ou lave as peças com água e sabão neutro para eliminação de sujeiras.

O uso da flanela é recomendado para polir pequenos e leves riscos no acrílico. Mas não se esqueça que a flanela deve estar extremamente limpa, caso contrário a mesma pode arranhar mais do que polir o objeto.

Em caso de manchas de gordura, marcas de digitais e riscos leves passe o pano umedecido com água fria ou morna e sabão neutro.

Embora o acrílico tenha boa resistência química, é importante que a limpeza fique restrita ao uso de água e sabão ou detergente, pois o uso de substâncias abrasivas como sapólio ou solventes como álcool, tíner, gasolina e substâncias do gênero, danificam o produto, penetrando no interior da peça e deixando o acrílico esbranquiçado e sem brilho.

Como restaurar o brilho ou eliminar pequenos riscos

O ideal é a utilização de cera de polir automóvel ou ceras específicas para plástico, além de ser muito útil pela função de proteger o material dos raios solares e da poluição, a cera tem uma ótima função em polir o acrílico. Aplique a cera em pequena quantidade no mínimo uma vez por semana com o auxilio de uma flanela, sempre fazendo movimentos circulares. Por ultimo, passe uma nova flanela macia, seca e limpa para eliminar o excesso.

O polimento também consegue retirar com muito mais facilidade as sujeiras, como graxa, manchas e outras substâncias oleosas.

O que NÃO fazer ou utilizar para limpar o acrílico

Nunca utilize esponja de aço para limpar, pois além de riscar pode tirar todo o seu brilho.

Evite o uso de substâncias abrasivas como sapólio ou solventes como álcool ou tíner que danificam o produto.

Nunca utilize álcool para a limpeza, nem outras substâncias químicas que o contenham, pois ele pode danificar e manchar o objeto.

Em hipótese alguma se deve utilizar na limpeza esponjas ásperas, muito menos de aço.
É comum as pessoas passarem nas peças um pano já utilizado em outros objetos, porém, isto deve ser evitado porque a poeira agarrada no tecido também risca o acrílico;
Substâncias abrasivas como sapólio ou solventes como álcool ou tíner que danificam o produto.

Como eliminar riscos mais profundos

Para eliminar riscos mais profundos procure uma empresa especializada em acrílico, pois possuem conhecimento e recursos necessários para o polimento industrial.

Caso queira tentar, o primeiro passo é lixar o local danificado com uma fixa fina (n° 180), e em seguida polir a área com discos de pano acoplado a uma politriz de alta rotação. O acabamento final também deve ser dado com discos de tecido conectados à politriz, e em ambos os casos, uma massa para polimento é aplicada nos discos para ajudar na recuperação do brilho do acrílico.

Conclusão

Se você seguir a risca as dicas de limpeza e restauração, seu acrílico irá durar por muito mais tempo. Sempre mantendo a beleza e o brilho idêntico a um novo.

A vida útil do seu artefato, móvel, chapa ou qualquer outro objeto de acrílico, depende exclusivamente da forma como ele é conservado. Com cuidado e alguma dedicação de tempo com toda certeza o resultado será uma longa vida ao artefato de acrílico!